terça-feira, 13 de dezembro de 2011

Era uma vez na Irlanda

Lá vai Johnny com suas botas sujas do asfalto
Seus cabelos reluzentes
Lenço amarrado no pescoço
Vite e cinco dólares no bolso

Lá vai Johnny com seu violão
Almas acústicas ao seu lado
Sentado em frente ao portão
Sem chaves e cadeados

Lá vai Johnny com a sua voz e seu Soul
Pelas Ruas de New York
Seu bolso cheio de gueto
Com toque de Rock and Roll

Lá vem Johnny voltando para o campo
Roça mata adentro
Trejeitos, mungangos
Através de seu último canto

Lá vem Johnny com sua roupa preferida
Jaqueta de couro negro
Gato soturno do dia
Tatuagem marítima

Lá vem Johnny voando nos céus
Voltando pra casa mais uma vez
Com marcas da rua
Com lembranças de um bordéu

(Edu Neves)

*Dedicado a Van Morrison






Nenhum comentário:

Postar um comentário