sábado, 7 de abril de 2012

De agora em Diante, é um Bilhete só de Ida

Chegou no lugar certo, mas na hora errada
O paraíso distante estava coberto de neve
Chorou as lágrimas da enseada
Depois vestiu sua segunda pele

Ganhou o prêmio de um milhão
Mas sua reputação não estava boa
É difícil acertar na loteria da ilusão
Mais fácil amar que trair a outra

Comeu a Santa Ceia e foi embora
Como Judas, foi a carta marcada do Senhor
Podia ter passado lá outra hora
Mas sua cara estava um horror

Voltou sem o coração
Com o peito vazio, voltou para a cela
Fecharam as cortinas do galpão
E apagaram as velas

Queria rever a garota bonita
A mesma que ficou com o seu coração
Mas só lhe restava um bilhete de ida
Então decidiu ficar no rancho com os anjos da evolução

(Edu Neves)


Nenhum comentário:

Postar um comentário