sábado, 19 de maio de 2012

Horário Nobre

Tv, eu te assisto
Ou é você que me vê?
Me olha com a sua boa memória, esperando...
Esperando por respostas
Tv, me coloca num filme caótico e ardiloso.
Selvagem e sádico é o pianista, dono do concerto que a gente paga pra sofrer.
Tv me mostra a borboleta flutuando em slow motion.
Entendo nada de tudo que é belo.
Sou o meu único pesadelo pintado de amarelo.
Tv me faz adormecer no castelo.
Deitam sobre mim as lágrimas do último verão.
Reine
Brilhe e comande
Mrs. Capuleto, não quero a sua mão.
Devolva o que é meu
Tv, me permita duvidar de você.
Me dê mais de uma opção
Mais de um coração
Me dê o mundo, devolva meu chão
Me dê tudo que não tenho em mãos
Tv, ninguém precisa sofrer
Basta não te ver

(Edu Neves)


Um comentário:

  1. A televisão é realmente um lixo...Um lixo corrosivo sem possibilidade de reciclagem que entranha no meio popular e forma o pior tipo de opinião: a opinião tendenciosa e parcial, distante de qualquer vestígio de raciocínio e inteligência.

    ResponderExcluir