quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Pelas Coisas mais Lindas


De onde venho não tenho abrigo
Só tenho a morada do sol
Só tenho a cor do sol
Mas não tenho o seu calor
Posso jurar pelas coisas mais lindas
Que tenho andado na linha
Mas o caminho é torto

De onde venho só tenho o vinho
Só tenho a nuvem negra logo acima
Só tenho a cor da noite
Roubando as minhas rimas
Posso jurar pelas coisas mais lindas
Que tenho andado na linha
Mas o caminho é outro

De onde venho só tenho um retrato
Só tenho a imagem
Só tenho o farol da ilha
Só tenho o que não queria
Posso jurar pelas coisas mais lindas
Que saí um pouco da linha
Mas o caminho é novo

(Edu Neves)


2 comentários:

  1. De caminhos tortuosos, é feita nossa jornada!
    Enquanto houver sol...ainda travaremos nossa história, escrita entre caminhos e metas.

    Beijo

    ResponderExcluir
  2. apaixonada por essa poesia :)

    ResponderExcluir