quinta-feira, 16 de junho de 2016

14 Homens e Nenhum Segredo

Não há segredo algum no cofre
Está aberto e silencioso como uma mentira
Um feitiço deslocado que cobre
Qualquer conversa longa e íntima

As coisas serão as mesmas depois da descoberta?
Complacência e ignorância se degladiam com indiferença
Não há segredo algum no cofre
Está limpo como a seda de um robe

Hoje é amanhã antes de ontem
E os tornados não farão a roleta parar de girar
A ganância é garantida quando se trata de homens
Esperando ao acaso, uma mulher chorar

Não há segredo algum no cofre
Só o passado dos homens
Só o passo apressado de um tira
Só o teatro de um dublê da ira


Edu Neves



Nenhum comentário:

Postar um comentário