terça-feira, 14 de junho de 2016

Paris é uma Festa

Contagiante Torre
Diga-me que ama estar aqui
Posso duvidar dessa terra perfumada
Ou aproveitar-me de uma fragata

Cante as canções de seu salão iluminado
Há de aniquilar o Sr. Hemingway por motivo inútil
São conjecturas do infiel destino
São as páginas da Vouge fútil


Edu Neves



Nenhum comentário:

Postar um comentário