domingo, 7 de agosto de 2016

Desconto à Vista

Perco minha visão, ilusão
Perco meu pesadelo lúcido
Aflição
Perco-me em infusão

Sem óculos para longe ou perto
Sigo reto com o coração na mão
Ontem foi um dia longo
Al Pacino em Um dia de Cão

Fecho os olhos e enxergo tudo
Tudo que não pude ver
Tudo que não pude ser
Tudo que posso escrever

O tudo ainda é nada
Vivendo no fio da navalha
Não sou poeta que se respeite
Sou um Beat fazendo meus enfeites para que alguém talvez se deleite

(Edu Neves)



Nenhum comentário:

Postar um comentário