quarta-feira, 7 de setembro de 2016

Encontro Marcado (Parte 2)

Tempo impiedoso deixou cair uma lágrima
Refletida na saliva de sua boca
Trovões com a chuva da tarde
Arco-íris baixou o sol que arde

Toco o seu rosto com a ternura de Elvis
Enquanto se abre e se rende
Vejo estrelas cadentes entoando
Love me tender

Chuva certa e espera
A espera do cargueiro que adentrou nas sombras
Maquinista de cara amarrada
Sem sorrisos ou coisa que o valha

Subiu as escadas olhando para trás
Não queria ser a fraude de um capataz
Olhou-me pela última vez
Com o relógio marcando seis

(Edu Neves)



Nenhum comentário:

Postar um comentário